Verdades e mentiras sobre roupas íntimas


Por: Blog da Lingerie
18 de abril de 2016
Divulgue esse post:

Quando o assunto são roupas íntimas, muita gente tem opiniões e teorias que são ditas em tom de verdade absolutas. Em época de redes sociais, as chances de que aquela dica ótima que sua amiga deu no grupo do Whatsapp pode não ser tão boa assim e, às vezes, nem ela sabe disso.

Para facilitar a vida de todo mundo, o Blog da Lingerie listou algumas destas verdade e vamos para um tira-teima! Preparadas?

rp-02

O algodão é o melhor tecido para roupas íntimas

Verdade. Além de leve, o algodão permite que a pele respire o que evita o surgimento e ploriferação de bactérias.

 

Calcinha do tipo fio-dental pode causar infecções

Verdade. Boa parte delas são confeccionadas com renda ou cetim, que são tecidos que não deixam a pele respirar direito. Sem contar que seu formato, por ser pequeno, não protege  adequadamente a pele das partes íntimas. Temos um texto completo sobre isso aqui.

rp-01

Muitas mulheres usam sutiã com o tamanho errado

Verdade. Uma pesquisa realizada pela marca britânica Triumph constatou que 64% das mulheres estavam usando um sutiã do tamanho errado. Entre os motivos citados para isso, há a dificuldade de achar o tamanho certo, não saber qual é a numeração correta e tentar aumentar o tamanho dos seios.


rp-04

Cuecas slips causam infertilidade

Mentira. Não existe nenhum estudo científico que comprove que modelos de cueca afetem a produção de esperma. Só se de tomar cuidado de usar peças com tecidos que permita respiração da pele da região íntima.

 

Os sutiãs devem ser trocados a cada seis meses

Verdade. Após este período, além das peças perderam a sustentação necessária, pode causar ploriferação de bactérias que resistiram às inúmeras lavagens.

 

(Imagens: Reprodução)

Leia Também

Deixe o seu comentário

0 Comentários

Deixe o seu comentário!