Plásticas de mamas: o que devo saber antes de agendar a cirurgia


Por: Dra. Fabiana Makdissi
28 de dezembro de 2015
Divulgue esse post:

Olá, minhas queridas! Verão chegando, corpos mais expostos e muitas mulheres aproveitam as férias para dar uma melhorada no visual e fazer cirurgias plásticas. No entanto, ouço perguntas que deveriam ser respondidas ANTES da cirurgia e que nem sempre são conversadas previamente ao bisturi.

Então vamos tentar responder à algumas dúvidas.

mama01

Preciso passar em um médico ANTES do cirurgião plástico?

Sim. Você precisa saber como está o estado atual de suas mamas antes de modificá-lo. Os exames necessários, só seu médico será capaz de indicar. E uma das situações mais complicadas é quando recebo uma paciente cujo tecido mamário de uma cirurgia plástica foi avaliado e um câncer foi verificado, e ninguém sabe qual era a localização dele. Além claro, de uma avaliação clínica pré-operatória, que será indicada a depender da idade, e tipo de cirurgia.

 

Após a colocação de próteses de silicone, eu posso fazer mamografia?

Sim. Os exames necessários não mudam por você ter realizado a cirurgia. Aumentar ou diminuir as mamas, com ou sem a presença de próteses continua a merecer cuidados, e a pressão da mamografia NÃO estoura a prótese.

mama03

A colocação de prótese de silicone aumenta meu risco de câncer?

Não. Seu risco não muda.

 

Com prótese de silicone, dá pra ver bem as mamas?

Geralmente sim. Pode haver alguma dificuldade na visualização posterior do tecido mamário, principalmente quando as próteses são colocadas em frente ao músculo, mas por este motivo, quem tem próteses acaba “ganhando” alguns Raios-X a mais. Há a necessidade de chapas a mais para uma boa visualização.

 

A prótese de silicone precisa ser trocada se romper?

Sim. A tecnologia está melhorando a qualidade das próteses, no entanto, em caso de rotura, a troca é indicada.

mama04

Outra informação importante, principalmente para mulheres muito jovens é que futuras gestações e/ou amamentações podem modificar o tamanho das mamas, e a qualidade final da cirurgia pode se alterar. Assim como aumentos ou perdas excessivas de peso podem merecer retoques.

Lembre-se: pense com carinho, avalie seu corpo e lembre-se que com os anos há variações na moda, nas preferências pessoais e nas prioridades. Grande abraço!

 

Dra Fabiana Baroni Makdissi – CRM 92598 SP

Médica Mastologista, Doutora em Oncologia pela FMUSP

As informações contidas aqui não substituem uma avaliação médica.

 

(Imagens: reprodução)

 

 

 

Leia Também

Deixe o seu comentário

0 Comentários

Deixe o seu comentário!