O QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE UM BOM PRÉ-NATAL


Por: Dr. Márcio Delascio Lopes CRM 111669
Divulgue esse post:

Nada melhor do que começar a falar sobre um bom pré-natal explicando a sua definição: é a assistência prestada a mulher durante a gestação.
E quando é o melhor momento para dar início a esse acompanhamento? Idealmente, deve ter início antes da concepção, para que ajustes no estilo de vida do casal sejam feitos.

O bom acompanhamento desse período é fundamental na prevenção de doenças e rastreamento de riscos para a gestação. Segundo David Barker, “ o propósito de uma gestação é alcançar o seu papel fundamental de um parto bem sucedido e não complicado, em conjunto com um ambiente intrauterino adequado para o desenvolvimento do feto”.

Preparar o casal para engravidar é fundamental para a boa evolução do ciclo gravídico puerperal. O momento mais oportuno para agir em prol da saúde de um ser humano é dentro da barriga da mãe. Esse é o conceito de programação metabólica fetal, que caminha junto à epigenética; ou seja, o estilo de vida inadequado prejudicando a formação gênica do bebê.

Portanto, mamães, se estão com intenção de engravidar, é importante já agendar suas consultas, que devem focar na saúde global da paciente, atentando para o lado bio, psico e social.

E qual seria a melhor forma de escolher um bom profissional para fazer esse pré-natal? O ideal seria procurar médicos quem encarem a obstetrícia com seriedade e responsabilidade, sempre em busca da harmonia do binômio materno fetal, como trabalham os médicos da Clínica Deláscio.

É importante que o médico e paciente tenham um bom relacionamento, pois esse momento será o início de assistência integral à saúde da mulher em todas as fases do ciclo gravídico puerperal, ou seja, da concepção até mesmo após o nascimento do bebê.

Como médico obstetra, considero essencial seguir à risca o conceito mais nobre da palavra “obstare” do latim: estar ao lado!

@clinicadelascio
@veradelascio
@dracarladelasciolopes
@drmarciodelascio

Leia Também

Deixe o seu comentário

0 Comentários

Deixe o seu comentário!