Especial Dia do Ginecologista: cuidados essenciais para saúde íntima da mulher


Por: Juliana Chaves
30 de outubro de 2015
Divulgue esse post:

O cuidado íntimo é um grande aliado da mulher. Envolve não apenas a preservação da saúde física, mas reflete também de maneira significativa o seu estado emocional. A região intima da mulher necessita de cuidados especiais, principalmente nos períodos de extremo calor e por ocasião da menstruação.

01-dia-do-ginecologista

Alguns cuidados básicos de higiene e prevenção

1 – Consultar regularmente o ginecologista;

2 – Usar camisinha;

3 – Fazer uso de anticoncepcionais;

4 – Cultivar hábitos saudáveis de alimentação;

5 – Não fumar e não beber em excesso;

6 – Utilizar de maneira moderada os protetores de calcinha, pois os mesmos impedem a transpiração natural da região genital, ocasionando corrimentos e alergias;

Um mergulho mais profundo na higiene íntima feminina

02-saude-intima-mulher

Utilize sabonetes neutros ou específicos para higienização íntima – Evite os sabonetes comuns, restrinja seu uso para as demais áreas do corpo. Jamais utilize perfumes, talcos e desodorantes!

Evite excessos – Não exagere na lavagem da área genital, pois esse hábito pode tirar a proteção natural da vagina.

Prefira as roupas leves – Evite o uso exagerado de roupas muito justas, de tecidos sintéticos e jeans.
Use calcinhas de algodão com mais freqüência – È uma forma de favorecer a circulação de ar na região intima. Dormir sem calcinha de vez em quando também faz um bem enorme, é mais uma oportunidade pra pele da região genital respirar!
03-cuidados-saude-intima

Tenha cuidado ao lavar peças intimas – O recomendável é utilizar sabonete neutro ou de coco. Jamais use amaciante e alvejante nas peças! Seque-as ao sol e em locais arejados.

Na praia e na piscina – Não passe muito tempo com biquínis molhados, evite a proliferação de bactérias na região íntima.

Depilação – Certifique-se em relação à higiene do local que oferece o serviço. Fique atenta ao descarte da cera e faça a higienização antes e depois de todo o processo, descartando a contaminação por germes.

Menstruação – Não permaneça muito tempo com o mesmo absorvente, faça a troca sempre que necessário e aproveite para fazer a higiene do local. Em relação ao uso de absorvente interno, a recomendação é que a troca também seja feita com regularidade.

Limpeza da região intima – Não utilize papel higiênico colorido e/ou perfumado, pois eles podem agredir a mucosa. Jamais use duchas vaginais sem consentimento do seu médico e descarte para sempre o uso do chuveirinho para lavar a vagina internamente, porque ao eliminar bactérias a área fica mais exposta a infecções.

O lubrificante íntimo está liberado – É uma excelente alternativa para preservar a lubrificação da mulher durante a relação sexual.

Sintomas atípicos – Recomenda-se marcar uma consulta e se certificar se algo de errado está ocorrendo. Nunca faça a automedicação
04-dia-da-ginecologista

Exames ginecológicos

Deve-se procurar o ginecologista regularmente para conversar e realizar exames. Do ponto de vista da saúde, a vantagem vai desde a orientação até a prevenção e tratamento de doenças e infecções.

Conecte-se com a sua região íntima, com seu próprio corpo e cuide-se sempre.

Viva bem e em equilíbrio!

(Imagens: Reprodução)

 

 

 

 

Leia Também

Deixe o seu comentário

0 Comentários

Deixe o seu comentário!