Cinta pós-cirúrgica: saiba como usar 


Por: Redação
21 de agosto de 2017
Divulgue esse post:

Passar por uma cirurgia ou até mesmo parto, requer inúmeros cuidados antes e principalmente no pós-operatório. O uso da cinta pós-cirúrgica é um dos cuidados essenciais para manter tudo no lugar após um procedimento cirúrgico.

Mas você conhece os cuidados para usar a cinta pós-cirúrgica? E principalmente, conhece os benefícios do uso da cinta pós-cirúrgica?

Então neste artigo, iremos falar um pouco mais sobre os benefícios do uso da cinta pós-cirúrgica e te ensinaremos também como usá-la corretamente. Vamos conferir?

cinta-moldeladora-plus-size

Foto: Intima Store

Quais os principais benefícios da cinta pós-cirúrgica?

Um dos principais benefícios da cinta pós-cirúrgica é evitar a flacidez da pele. Seja uma cirurgia plástica ou até mesmo o parto, o uso da cinta é indispensável para devolver a firmeza da pele.

Outro benefício que as mulheres sempre comentam é sobre melhorar as dores nas costas e melhorar a postura. Principalmente no caso pós parto, as mulheres passam por momentos de dores nas costas. A postura também já não é a mesma por carregar um peso por muito tempo. A cinta é essencial para devolver a postura normal.

A compressão da cinta pós-cirúrgica também é responsável por realocar os órgãos, no caso de pós parto. Durante a gravidez, os órgãos mudam de posição para acomodar o bebê conforme ele vai crescendo.

E outro benefício é modelar o corpo. Com o uso contínuo, é visível a redução de medidas e de gordura localizada.

Como usar corretamente a cinta pós-cirúrgica?

1 – Escolha o tamanho correto

A função da cinta pós-cirúrgica não é apertar e deixar desconfortável. Portanto, escolha o tamanho ideal para você, que não te machuque e não aperte demais.

2 – Não use por muito tempo

O prazo máximo para você usar é de 7 horas por dia. Sua pele precisa descansar e respirar. Não ultrapasse este prazo e converse também com seu médico antes, talvez no seu caso seja preciso usar por mais tempo ou por menos tempo, combinado?

3 – Use com roupas discretas

Já que a cinta comprime um pouco o abdômen, então escolha peças mais soltinhas como vestido, short de cós alto e blusas mais soltinhas. Preze pelo conforto e liberdade de movimento.

4 – O tempo máximo de uso

O tempo máximo de uso de uma cinta pós-cirúrgica é no máximo 6 meses. Este é o tempo que leva para a cicatrização dos pontos e cicatrização interna. Portanto não interrompa o uso sem falar com seu médico.

cinta-moldeladora

Foto: Intima Store

Melhores modelos de cinta pós-cirúrgica

1 – Cinta Pós-Cirúrgica – Vi Lingerie

Modelador com tecido em microfibra, o que garante total conforto e toque suave. Possui abertura entre as pernas e fechos em colchetes na lateral. Este modelo de cinta possui duas regulagens nos colchetes para ajustar a compressão. Aqui tem este modelo, se quiser conferir.

2 – Mini Modelador Pós-Cirúrgico e Pós-Parto – Disfarce

Este modelo possui cavas bem largas nas pernas, fechamento em zíper e altura até próximo aos seios. Além disso, possui ainda colchetes nas laterais e colchetes entre as pernas. É também confeccionado em microfibra, um tecido bem confortável. Confira aqui este modelo.

3 – Calcinha Cinta Pós-Cirúrgica em Microfibra – Class Lingerie

Este modelo é como se fosse uma calcinha hot pant com cintura bem alta. É ideal para usar com vestidos e saias de cós alto. Possui fechamento com colchetes nas laterais e abertura entre as pernas. É fabricada em tecido power e forro duplo, garantindo compressão eficaz. Clique aqui para conferir de perto.

Agora você já sabe tudo sobre cinta pós-cirúrgica, não é mesmo? Você já usou ou pretende usar? Quais os pontos positivos no uso? Conta pra gente. E não deixe de compartilhar para levar essas informações a outras pessoas, combinado?

Leia Também

Deixe o seu comentário

0 Comentários

Deixe o seu comentário!