Como montar uma grade de lingerie para revender?


Por: Redação
29 de novembro de 2017
Divulgue esse post:

É cada vez maior o número de pessoas que trocam os empregos formais pelo empreendedorismo, seja por conta da crise ou por uma atitude pessoal. E o caminho que muitas mulheres seguem é o da revenda de lingerie. Mas por onde começar? Hoje nós vamos te ajudar a montar uma grade de lingeries para revenda eficaz e que irá te garantir muitas vendas.

Saiba como montar uma grade de lingerie para revender

1. Pense nos diferentes estilos de corpos

Quando for comprar as lingeries pense na diversidade de corpos das suas futuras clientes. Escolha peças que valorizem os formatos diferentes de corpos e que contemplem os tamanhos diversos que temos por aqui. Além disso, muito comum que revendedoras tenham poucas unidades de peças em tamanho muito pequenos ou muito grandes e acabam decepcionando algumas clientes, assim, ter uma ampla variedade de tamanhos pode ser um diferencial que te coloque em destaque.

2. Escolha peças com estilos diferentes

Além de corpos diferentes, a maior parte das mulheres tem estilos muito diferentes na hora de se vestir e isso alcança também as lingeries. Tendo isso em mente, monte uma grade com diversidade de estilos de peças. Mais comportadas, mais ousadas, mais descoladas, mais tradicionais. E não se esqueça de ter variedade de cores e estampas, mais coloridas, cores neutras, estampas mais abstratas, românticas ou divertidas.

3. Leve em consideração o estilo de vida

Outro aspecto importante para se manter atenta: o estilo de vida de suas clientes. Algumas levam vidas agitadas, com agendas cheias, onde peças confortáveis e que podem acompanhá-las em diferentes compromissos são importantes. Outras são assíduas frequentadoras de academia e pra essas peças fitness são indispensáveis. Também não se esqueça de ter peças para os momentos especiais e, é claro, roupas para dormir.

4. Fique atenta as tendências

É claro que o universo de lingerie têm suas próprias tendências de moda. De tempos em tempos algumas peças viram febre, como foi o caso das peças strappy, do brallet e dos sutiãs triangulares e estar antenada para rapidamente poder oferecer essas peças às suas clientes é um diferencial. Existem sites especializados que podem te informar, mas estar presente em redes sociais como pinterest e instagram, acompanhando as pessoas que ditam tendência é fundamental para estar sempre à frente.

5. Conheça os números

Claro que é impossível ter muitas peças em todos os estilos ou isso te levaria ao prejuízo, por isso, para ter variedade e ainda não sair prejudicada, conheça o seu público. Saiba quem são suas clientes em potencial, para ter em maioria as peças que você sabe que irão agradá-las. Faça também uma pesquisa rica, a fim de descobrir quais são as peças de maior circulação. Tendo essas informações, tenha as peças mais populares em maior quantidade e as que não vendem tanto assim, mas podem ter uma ou outra cliente interessada, como cartas na manga. Assim você atende a todo mundo e lucra bastante.

Ah! Não esqueça as peças masculinas. Os homens estão cada vez mais antenados e possuem sim seu estilo pessoal, buscando por uma variedade de peças íntimas que seguem as mesmas tendências que contamos aqui.

Sabendo o que vende, o que está na moda e pensando na sua cliente você certamente será uma revendedora bem sucedida. Esperamos que tenha gostado das dicas e desejamos muito sucesso.

Leia Também

Deixe o seu comentário

0 Comentários

Deixe o seu comentário!